Fechar

Faça sua busca:

Fechar

Informe seus dados e acessar seu e-mail:

  • Noturno
  • 10 semestres
  • 150 vagas anuais
  • 227 créditos
  • 4.286 horas
  • Mensalidade: de R$ 915,36 por R$ 768,90 (3 disciplinas)

Por que estudar Enfermagem?

A arte de cuidar. Assim pode ser definida a Enfermagem, que tem como essência o zelo pela saúde e o bem-estar do ser humano, de sua família e da comunidade de maneira integral. É isso que faz do enfermeiro um profissional diferenciado que inspira confiança ao lidar com o que de mais precioso existe: a vida. Por isso, o aluno de Enfermagem da Cesuca é preparado para atuar nas mais diversas áreas da saúde: coleta dados sobre os pacientes, administra remédios, curativos, entre outras atividades.

De maneira geral, o enfermeiro pode trabalhar em uma equipe de profissionais da área da saúde, ou de forma independente, com pacientes particulares. Também exerce sua função na auditoria, gestão da qualidade e de projetos de melhorias, atendimento domiciliar, na enfermagem do trabalho, no ensino e na pesquisa clínica.

Sobre o curso

O perfil do Enfermeiro pretendido pela Faculdade Cesuca deverá ter formação generalista, humanista, solidária, crítica e reflexiva, o qual está pautado na Resolução CNE/CES nº03/2001, que dispõe sobre as Diretrizes Curriculares Nacionais para os Cursos de Graduação em Enfermagem que descreve as competências e habilidades requeridas. Espera-se um profissional egresso qualificado para o exercício de enfermagem, com base no rigor científico e intelectual, autônomo e pautado em princípios éticos da profissão, de modo a conhecer e intervir sobre os problemas/situações de saúde-doença mais prevalentes no perfil epidemiológico loco-regional, nacional e internacional, identificando as dimensões biopsicossociais dos seus determinantes. Além disso, estar capacitado a atuar, com senso de responsabilidade social e compromisso com a cidadania e solidariedade, como promotor da saúde integral do ser humano. Sendo assim, o profissional Enfermeiro egresso do CESUCA-Faculdade INEDI deverá ser capaz de:

  • Intervir no processo de saúde-doença, responsabilizando-se pela qualidade da assistência de enfermagem em seus diferentes níveis de atenção à saúde, mediante o desenvolvimento das ações de prevenção de agravos e da promoção proteção e reabilitação à saúde, sob a perspectiva da integralidade da assistência. Atender as necessidades humanas básicas tanto dos seus usuários/pacientes quanto às demandas de sua comunidade e unidade hospitalar, de modo que atue como agente de transformação social nos diferentes cenários da prática profissional;
  • Desenvolver a identidade profissional e o senso crítico pautado em princípios éticos e valores morais aliados ao compromisso com a cidadania e solidariedade;
  • Fomentar a práxis de enfermagem em ações multiprofissionais de maneira que atinja a inter e a transdisciplinaridade;
  • Criar e promover situações de educação permanente nos diferentes campos de atuação da enfermagem;
  • Usar adequadamente as tecnologias avançadas em saúde (leve, leve-dura e dura) para o cuidar em enfermagem;
  • Gerenciar o processo de trabalho em enfermagem, materiais e humanos sob a luz dos princípios da ética e bioética, em consonância com as políticas de saúde buscando a resolutividade tanto em nível individual como coletivo em todos os âmbitos de atuação profissional;
  • Planejar, implementar e participar dos programas de educação permanente aos trabalhadores de enfermagem e de saúde, compatibilizando as características profissionais dos agentes da equipe de enfermagem às diferentes demandas quanto à segurança dos usuários/pacientes;
  • Planejar e implementar programas de educação em saúde e da promoção à saúde, considerando a especificidade dos diferentes grupos sociais e dos distintos processos de vida;
  • Executar consultas de enfermagem, consultorias e auditorias;
  • Desenvolver, participar e aplicar pesquisas e/ou outras formas de produção de conhecimento que objetivem a qualificação da prática profissional;
  • Respeitar o código ético, os valores políticos e os atos normativos da profissão;
  • Colaborar na dinâmica do trabalho institucional, reconhecendo-se como agente desse processo, participando da política e do planejamento em saúde vigente no Brasil.

Para atingir o perfil profissional pretendido ainda é necessário que o enfermeiro do terceiro milênio disponha de uma larga base cultural, visão de tendências sociais, facilidade de expressão, espírito empreendedor, liderança e ética em suas ações. Deverá ser um profissional ágil diante das mudanças de valores e sempre receptivo às inovações frequentemente propiciadas pela própria natureza da sociedade.

Curso Autorizado pelo MEC através da Portaria Ministerial nº 179, de 08/05/2013
Curso Autorizado com conceito 4 (de 1 a 5) pelo Ministério da Educação

Inscreva-se

Auditório
Biblioteca
Central de Atendimento
Clínica de Saúde Mental
Financeiro
Laboratório de Anatomia, Fisiologia e Neuroanatomia
Laboratório de habilidades de enfermagem
Laboratório de Informática
Laboratório de Microscopia
Núcleo de Orientação Acadêmica
Restaurante Espaço do Sabor
Sala de Espelhos
Sala dos Professores
Setor de Cópias

Inscreva-se

Os cenários de práticas de cuidado potencializa as competências do aluno egresso como enfermeiro para atuar em serviços de saúde públicos e privados, destacando-se as instituições de saúde (hospitais, unidades de saúde, berçários, clínicas, consultório de enfermagem e centro de atenção psicossocial), instituições de escolares e de ensino técnico e superior, instituições de pesquisa clínica, centros comunitários, organizações não-governamentais, empresas e indústrias na atenção à saúde do trabalhador, e auditores em planos de saúde.

Inscreva-se

Prof. Dra. Fátima Helena Cecchetto​ - Fale com a Coordenação

Horários de Atendimento:

    • Segundas, terças, Quartas e Quintas-feira - 13h30min às 17h30min;
    • Quartas e Quintas-feiras - 18h30min às 22h30min;
    • Sexta-Feira - 18h30min às 22h;

 

Inscreva-se